Pausa, divórcio e depressão: Imagine Dragons lança álbum mais honesto da carreira após enfrentar crise

  • 12/06/2024
(Foto: Reprodução)
Banda é atração do Rock in Rio e lança álbum no fim deste mês. Ao g1, vocalista diz que é mais sincero nas letras: 'Não preciso mais me esconder atrás de metáforas e analogias'. Cantor do Imagine Dragons diz que novo álbum é o que tem mais a cara do grupo Ver o sol no horizonte e não saber se é o nascer ou o pôr do sol. É assim que Dan Reynolds, vocalista do Imagine Dragons, define "Loom", o sexto álbum da banda, com lançamento marcado para 28 de junho. Segundo ele, é o "álbum mais Imagine Dragons" até então. "Sinto que estivemos procurando nos encontrar por um bom tempo e isso é meio que chegar a um lugar", diz ao g1. Assista ao vídeo acima. Reynolds passou por altos e baixos recentemente. Em 2019, o vocalista anunciou uma pausa na banda para que os integrantes pudessem "se à família", após ter passado por uma depressão durante um ano. Dois anos mais tarde, ele anunciou o fim do casamento com Aja Volkman. Neste mesmo ano, no entanto, vídeos da performance de Reynolds viralizaram por causa da sua performance enérgica, que rendeu elogios aos seus atributos físicos. Dan Reynolds, do Imagine Dragons, em apresentação da banda no AMA 2022 Mario Anzuoni/Reuters Para ele, "Loom" aborda os jogos de emoção na vida de uma pessoa - o luto, a alegria, a perda, o recomeço. A banda é uma das principais atrações do Rock in Rio. Eles se apresentam no dia 14 de setembro, no Palco Mundo. "Há algo chegando, você não sabe o que é. Será o começo de algo novo ou o fim de algo?", diz. "Isso realmente encapsula o álbum. Há muita perda, mas há novos começos, luto, alegria, apenas o que meio que comanda o jogo das emoções humanas. É sempre uma abordagem diária minha quando estou compondo uma música." Álbum 'Loom' do Imagine Dragons está previsto para ser lançado no dia 28 de junho Reprodução/Instagram Dois singles desta empreitada já foram lançados. Uma delas é "Eyes closed", uma música um tanto raivosa. Apesar dessa sensação que passa, ele diz que sua percepção sobre a faixa era outra. "Quando estava escrevendo, era mais vulnerável do que as pessoas percebem. É sobre as coisas parecerem perfeitas na superfine, mas, na realidade, há muitas rachaduras e problemas por baixo", afirma. "Quando as pessoas ouvem, geralmente a interpretam como uma música de empoderamento, o que é ótimo. Eu quero que as pessoas tirem dela o que precisarem, certo?" Reynolds ainda completa que a raiva não é um sentimento predominante no trabalho. "Há muita alegria nele. É um álbum muito colorido, é o mais colorido que mostramos como artistas." Imagine Dragons faz show no palco Mundo neste domingo (6), último dia de Rock in Rio Alexandre Durão/G1 O cantor confessa, no entanto, que talvez o disco seja menos explosivo que os anteriores, ainda que tenha a energia característica da banda. "Sou de Las Vegas, nascido e criado, e eu amo as luzes, o bombástico, a ecentricidade de tudo isso, e essas coisas sempre estiveram na nossa música em algum grau", diz. "Mas acho que eu apenas sou uma pessoa muito emocional, que oscila entre os extremos. Não existo no meio-termo. Gostaria de existir. Meu terapeuta gostaria também", afirma. Imagine Dragons lança sexto álbum no fim de junho Reprodução/Instagram "Mas realmente, vou do extremo alto para o extremo baixo, então, ou a música é muito alegre ou é muito raivosa, ou triste. Não há sutilezas no Imagine Dragons, para melhor ou pior. Posso ser bastante biplolar." Falar sobre suas inseguranças nunca foi exatamente um problema para Reynolds, que já comentou sobre seu processo de cura da depressão ou do bullying de quando era mais novo. Durante sua carreira, ele conta, aprendeu a lidar com as vulnerabilidades e cantar sobre elas. "Quando era mais jovem, usava mais metáforas porque tinha medo de as pessoas saberem o que eu estava dizendo. Quando eu era jovem, era como se eu não quisesse que minha mãe soubesse sobre o que eu estava escrevendo quando tinha uns 12 anos, gravando músicas, e foi quando comecei", conta. Dan Reynolds diz que sexto álbum é 'o mais Imagine Dragons' Reprodução/Instagram "Ao longo do tempo, fui ficando mais confortável comigo mesmo, não precisando mais me esconder atrás de metáforas e analogias, e posso ser mais direto", diz. "Muitos dos meus compositores favoritos, seja Bob Dylan, Paul Simon, Cat Stevens ou Willie Nelson, são muito diretos, assim como Billy Joel. Acho que isso é uma característica importante em um compositor. Então, tento ser muito honesto e, às vezes, direto." Reynolds garante ainda que o público brasileiro já vai ver a apresentação deste novo trabalho no Rock in Rio. A turnê de "Loom" começa em julho, em Camden, no estado de Nova Jersey, nos EUA.

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/rock-in-rio/2024/noticia/2024/06/12/pausa-divorcio-e-depressao-imagine-dragons-lanca-album-mais-honesto-da-carreira-apos-enfrentar-crise.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes